This site uses cookies. To browse the site you are consenting to their use. Learn more about cookies. close

Portefólio

Douro

Montez Champalimaud - Quinta do Côtto
A Quinta do Côtto, em Cidadelhe, relativamente perto da Régua, é uma propriedade de 75 hectares de vinha e um solar construído no século XVIII. Os proprietários da quinta, a família Montez Champalimaud, produziram exclusivamente Vinho do Porto até ao início do século XX. Em 1980 Miguel Champalimaud lançou o primeiro Quinta do Côtto Grande Escolha, consolidando o conceito de vinhos de quinta do Douro, nessa data ainda raros na região.

A marca Quinta do Côtto cresceu muito em notoriedade desde então, até se tornar numa das mais clássicas e prestigiadas referências da região do Douro.

Ver Produtor
Casa de Arrochella – Grandes Quintas
Com cerca de 600ha, distribuídos por 5 quintas, a Casa de Arrochella faz parte da nova geração de produtores de vinhos D.O.C. Douro e azeites D.O.P. Trás-os-Montes.

Descendente e Sucessor de Nicolau de Arrochella Moraes e Castro Pimentel, 1º conde de Arrochela, Bernardo de Arrochela Alegria é o grande impulsionador deste projecto do Douro Superior, com mais de 115 ha de vinhas, e que procurou unir as ligações e a história dos importantes Vínculos da Casa d'Arrochella na região de Trás-os-Montes e Alto Douro à sua paixão e entrega ao Douro. É na sub-região do Douro Superior, entre Vila Flor, Torre de Moncorvo e Foz Côa que todo o projecto de produção de vinhos e azeites se desenvolve.

Ver Produtor
Quinta das Tecedeiras
A Quinta das Tecedeiras situa-se na zona nobre do Douro vinhateiro, a oito quilómetros a montante da vila do Pinhão. Nesta propriedade com vista privilegiada sobre o rio Douro moram memórias de uma história riquíssima, da vinha principalmente, mas também das freiras tecedeiras de linho, que lhe deram o nome, e do olival. Percorrendo a quinta compreende-se como cresce ali uma simbiose feliz entre os vinhedos antigos – alguns com mais de 80 anos - e novos, bem como com o olival que vem do tempo em que a filoxera exigiu ao Douro encontrar cultivos alternativos à vinha devastada. É desta herança que se valoriza, nascem, naturalmente, vinhos DOC Douro e Vinhos do Porto Quinta das Tecedeiras de qualidade reconhecida internacionalmente.
Ver Produtor
Quinta da Boavista
A Quinta da Boavista, uma das mais emblemáticas do Douro, é uma propriedade sempre associada ao nome do Barão de Forrester, figura maior da história desta região vinhateira de Portugal.
Localizada perto do Pinhão, na margem direita do Douro, e dona de uma vista única sobre o rio, este ícone da Região Demarcada do Douro é conhecida principalmente pelas suas vinhas de qualidade, algumas quase centenárias, plantadas em socalcos e terraços de xisto que o trabalho árduo de muitos homens construiu.
Ver Produtor
Churchill’s
A Churchill’s foi fundada em 1981, sendo a única empresa britânica de Vinho do Porto a ser criada em 50 anos. John Graham, o fundador, via assim cumprido o desejo de produzir um vinho com o seu estilo próprio e individual. Em 1999, compramos a Quinta da Gricha, com 50ha de vinha na margem sul do rio Douro. Desde então, produzimos também vinhos de mesa – Churchill’s Estates, lançados em 2004. Trabalhamos duro para criar o melhor vinho possível, assumindo-nos como uma nova boutique independente e apaixonada e criando vinhos especiais nos quais acreditamos.
Ver Produtor
Cheda by Lavradores de Feitoria
A Cheda foi lançada pela Lavradores de Feitoria em 2004 e reflecte um casamento perfeito entre o clássico e o moderno: o nome e a imagem reportam ao início da produção de vinho, mas com um vinho bastante actual e ao gosto de um consumidor descomplicado, , e cujos lotes são feitos a partir de uvas de vinhas entre os 25 e os 30 anos, provenientes das quintas dos diversos produtores da Lavradores de Feitoria.

Ver Produtor
Imagem Principal 1
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo
Catalogo